#GIRLBOSS - O legado

          

       A vida pessoal e empreendedora de Sophia Amoruso é relatada tanto em seu best-seller  #GIRLBOSS, quanto na série produzida pela Netflix de mesmo nome. Ambos os trabalhos relatam de forma leve e descontraída os erros e os acertos de Sophia sobre a trajetória de sua marca, Nasty Gal. .



Cronologia da empresa


2006 - Fundada como uma loja virtual no eBay. 
2008 - Lançamento do site nastygalvintage.com. Todos os produtos se esgotaram no primeiro dia.
2009 - Empresa ganha espaço considerável na mídia e passa a vender peças de estilistas renomados. ançamento do site nastygalvintage.com.
2014 - Empresa passa a valer mais de 100 milhões de dólares, a marca abre seu primeiro espaço físico em Los Angeles. 
2015 - Empresa chega a seu auge lucrando US$ 300 milhões em vendas (loja virtual e física) segundo "Forbes".
2016 - Empresa decreta falência.
2017 - Nasty Gal é comprada pelo grupo britânico BooHoo.


Livro X Série


      O livro faz um tour sobre a vida de Sophia e, como um guia, te ensina a se tornar uma #GIRLBOSS assim como ela. O mais interessante na narrativa é a própria análise de Sophia sobre suas escolhas enquanto adolescente/jovem e o seu atual amadurecimento pessoal.  De jovem orgulhosa, egocêntrica com personalidade forte, Sophia Amoruso aprende errando várias vezes , valores como humildade, companheirismo e gratidão. 
       O lado empreendedor dos relatos sobre as dificuldades que a equipe de Sophia enfrenta durante o crescimento rápido e desenfreado da Nasty Gal revelam que trabalho duro e dedicação são os ingredientes fundamentais para que qualquer projeto evolua. O livro traz também diversos exemplos e relatos de funcionários de sucesso que passaram pela empresa Nasty Gal em seus diversos ramos.   
         A série, por outro lado, enfatiza as diversas dificuldades que Sophia enfrenta desde cedo devido a sua personalidade forte e inconsequente, e sua constante necessidade de amadurecimento para que ela seja capaz de decidir o melhor para sua empresa. Porém, a série conta a história de Sophia como uma fantástica aventura adolescente, vangloriando e enfatizando os momentos mais mesquinhos e egoístas de Sophia, que ao contrário do livro, Sophia faz questão de enfatizar o quão imatura fora nas mais diversas situações. 



O legado 


            Seja no livro ou na série, ambos retratam, cada qual a sua maneira,  a ambição e a dedicação de Sophia Amoruso ao dar vida a Nasty Gal, que chegou a ser uma das empresas mais rentáveis da atualidade. Sem entender nada de finanças e sem investimento algum, Sophia cria um império no mercado da moda em apenas sete anos, contrariando todos os princípios que regem os modelos de empreendedorismo atuais. Mesmo a Nasty Gal decretando falência no início de 2017, Sophia Amoruso continua sendo uma das personalidades mais marcantes da última década e tem muito a nos ensinar.

1. Dedique-se em tudo que você faz, só assim saberá identificar no que você é realmente boa.
2. Trabalhe duro, não desista na primeira dificuldade, pois são nas dificuldades que evoluímos. 
3. Seja persistente, nem todo esforço tem um retorno rápido. 
4. Saiba reconhecer as qualidades dos outros, você é boa em alguma coisa, ótimo, mas com certeza não é a melhor em tudo, aprenda a pedir ajuda quando necessário for. E o mais importante, 
5. Saiba assumir seus próprios erros, somente assim somos capazes de  retomar o caminho correto de nossos projetos. E se não der certo na primeira tentativa, 
6. Siga em frente, porque a vida continua. 

Heis o legado de uma #GIRLBOSS.


CONVERSATION

21 comentários:

  1. Ah, amei a resenha. Já vi a série e amei, quero muito o livro.. é inspirador ne?

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha e vou procurar a série para assistir. Valeu a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te recomendo o livro. É muito mais interessante que a série. Eu odiei a série haha. Mas o livro é bem melhor, e como é uma leitura um tanto juvenil, recomendo sim, pois traz a percepção de duas Sophias, a adolescente inconsequente e a mulher madura. E o papel fundamental no crescimento da Sophia que foi a motivação dela para construir a Nasty Gal.

      Excluir
  3. Gostei da resenha, mulheres no poder, a frente de familias e empresas.
    Vou procurar o livro.
    Bjss💋💋

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi muito sobre esse livro e sobre a serie, sua resenha esta muito boa, ela mostra o livro de uma forma diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sthephanie, obrigada pelo elogio :D Espero que eu tenha conseguido trazer a diferença entre os dois, porque sinceramente, odiei a série. Mas persisti em ir atrás do livro antes de falar mal haha e ainda bem que fiz isso, porque gostei do livro. São totalmente diferentes. O julgamento precoce as vezes atrapalha a nossa própria evolução.
      Se um dia ler o livro, por favor, volta aqui pra gente conversar! ;D Beijo linda!

      Excluir
  5. Já tinha ouvido falar muito sobre o seriado na Netflix (tá na minha listinha, vou ver em algum feriado), já o livro... fiquei sabendo dele agora, e ele me interessou muito mais do que a série, pra ser sincera. Porque mostra as dificuldades dela, a vida de outras pessoas, suas lutas, como foi que ela conseguiu todo o sucesso... enfim! Assim que puder, vou ler. Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  6. Eu até tenho curiosidade quanto ao livro, pois parece ser uma história inspiradora. Mas, sobre a série, achei muito chata, tanto que não passei do quarto episódio. Sério, eu não sei se exageraram, mas a Sophia era muito imatura e boba... não gostei da série, mas pretendo ler o livro um dia :D Adorei a sua resenha e aforma como comparou os dois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, a série é terrivel mesmo. Odiei também, mas como li o livro e ele tem outro foco totalmente diferente da série, assisti para fazer essa comparação. São nessas horas que me pergunto como o enredo dessa série passou em tantas mãos e se tornou isso? Uma decepção para quem conhece o livro e a história de Sophia.

      Se um dia ler o livro, me conta se também teve a mesma percepção! :D

      bejoo linda, aparece mais aqui!

      Excluir
  7. Preciso assistir essa série, achei bem a minha cara, haha... Vou procurar logo!!! Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  8. eu to assistindo a série, sério que a marca falou?! não creio, mas é isso mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Acredita que eu nunca tinha ouvido falar? Agora anotei aqui em minha listinha de desejos para assistir. Beijos e obrigada pela mega indicação, fiquei muito interessada, com certeza será uma daquelas séries que me prende muito.
    Sucesso, flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, provavelmente você vai querer matar a Sophia desde o primeiro episódio, então, não julgue o livro pela série. Essa série é um dos verdadeiros desastres da Netflix. Mas como disse, o livro é mais bacana.

      Excluir
  10. Tentei assistir a serie e não passei do segundo ep, de verdade e como não acredito em meritocracia esse livro pra mim não entra nada pra mim, prefiro evitar ele já que sei que ele por um todo não é algo que eu vou gostar. Mas parabens pelo seu blog e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente,
      a série foi muito mal produzida, um verdadeiro show de horrores o que acabou manchando os valores que o livro traz. assisti 3 episódios e parei também, aí fui atrás da história dela, e descobri o livro. Li o livro, e percebi que não tinha nada haver com a série. Só então voltei a assistir para fazer esse artigo. Mas a evolução pessoal dela fica bem evidente no livro.
      E uma pena não acreditar em meritocracia. Eu acredito sim. É a base de nossa sociedade como um todo desde os tempos antigos (e nada mais do que adaptação dos instintos do ser humano, hoje atrofiados devido ao nosso estilo de vida). Mas acredito que ela se modificou bastante com o tempo e passou a valorizar coisas diferentes ao longo do tempo, e o que valoriza hoje, eu não concordo muito não.

      Aparece mais no blog, gostei de poder conversar contigo

      Beijo ;D

      Excluir
  11. Eu conheço a história da loja Nasty Gal eu lembro que meu sonho era ser fotografa para as campanhas dela hahahaha Aí quando saiu o seriado na netflix estava super ansiosa, porém foi muito decepcionante. O seriado mostrou o quão mesquinha, inconsequente e egoísta ela era. Não entendia como as pessoas ao redor não davam um pé nela. Não consegui passar nem do quinto episódio e desisti. Por isso não me interessei pelo livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Karina, erraram feio na série, exageraram demais, e não souberam mostrar a evolução pessoal de Sophia durante o percurso. O livro tem outro foco, a visão empreendedora e as lições que as outras pessoas ensinam a ela. Sim, esse é o verdadeiro legado. Mas a série, para mim, foi terrivelmente elaborada, por isso acho que estragaram uma história em que tem-se muito a agregar dando a ela um foco totalmente errado.

      Excluir
  12. Amei a resenha, quero o livro, prefiro livro do que série amei beijos

    ResponderExcluir
  13. Oiee!
    Não sabia que tinha livro nem que tinha uma história por trás disso tudo, vou conferir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Love your post dear ♥
    If you want check out my blog.I write about fashion,beauty and lifestyle.Maybe we can follow each other and be great blogger friends !

    http://herecomesajla.blogspot.ba/

    ResponderExcluir
  15. Nice post. 🙂
    Following you, follow back?
    Have a nice day!

    www.minniearts.com

    ResponderExcluir

Dicas e truques para você viver melhor!
Organização* Decoração* DIY* Artesanato*Tutoriais

Instagram

Follow Us